Igreja de Nossa Senhora da Piedade - Ipiabas RJ


Em 1837, os fazendeiros Domingos Martins Moreira e João Correia Porto, fizeram através de escritura publica doação de um lote de cinco braças de terras, cada um, nas margens do ribeirão das Ipiabas, para edificação de uma capela em louvor a Nossa Senhora da Piedade Pouco se sabe sobre a construção desta primitiva Igreja. A referência mais conhecida é a de uma subscrição promovida em 1850, por fazendeiros da localidade com objetivo de angariar fundos para a edificação do templo. Entre os mais importantes podemos citar Ana Rita de Faro (futura baronesa de Rio Bonito), João Pereira Darrigue de Faro (futuro visconde de Rio Bonito) e Angélica Joaquina Vergueiro de Faro, dentre outros. Recente pesquisa nos permite inferir que a primitiva capela/igreja foi substituída por outra, construída muito distante do local da primeira, ou seja, mais setentrional, próximo às margens do rio das Flores, em terras cedidas pelo Comendador José Gonçalves de Moraes, senhor de todas as terras do Povoado. A segunda Igreja (atual) foi construída pelo comendador José Gonçalves de Moraes (senhor da Fazenda Ibitita), através de contrato com a Presidência da Província, celebrado em 31 de dezembro de 1870. Inicialmente as obras consumiram a quantia de 23:067#123 mil réis, sendo sua obra concluída em 1871. 

Nenhum comentário: