Fazenda São Paulo - Valença RJ


A sede da fazenda São Paulo foi construída na primeira metade do século XIX, caracteriza-se pela imponência e originalidade de suas janelas e portas em estilo neogótico, voltadas para o imenso terreiro de secar café, um dos quais se encontra, hoje, gramado. A área íntima da casa, no segundo pavimento, compreende vários quartos, salas, alcovas e uma capela, sendo esta última dedicada a São Paulo. Há também um pequeno pátio interno quadrado com uma fonte ao centro. Em 1870, a fazenda contava com um cafezal de 550 mil pés, 400 alqueires de feijão e 300 de arroz, além de dispor de 176 escravos. A unidade de produção de café era composta de diversas edificações, entre elas: senzalas, tulha, enfermaria para escravos, engenho para socar café e engenhos de cana e de farinha de mandioca, além de moinhos, alambiques, estrebaria e paióis. Em 1915, depois de enfrentar os percalços decorrentes da abolição da escravatura, os herdeiros resolvem vender a fazenda para o empresário Manoel Joaquim Cardoso, que se tornou um dos maiores produtores de café e proprietário de várias fazendas vizinhas. Hoje, a propriedade pertence a uma empresa, cujos administradores vêm recuperando todo o conjunto arquitetônico remanescente do período cafeeiro.

Localização
Estrada VL55, 6º distrito, Conservatória

Nenhum comentário: