Fazenda Ribeirão Claro - Barra Mansa RJ


As terras onde mais tarde seria edificada a Fazenda Ribeirão Claro teve origem na sesmaria obtida pelo Cap. Domingos Antônio Ribeiro em 1814. Posteriormente a sesmaria foi adquirida por João Chrisóstomo de Vargas, que ergue a fazenda em 1845. João Chrisóstomo foi vereador da câmara municipal de Barra Mansa, responsável pela construção da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Amparo e grande proprietário de terras. Além da Ribeirão Claro possuía as fazendas do Pinhal, Retiro, Cachoeirinha e Santa Theresa. Em 1866, doou a fazenda Ribeirão Claro a sua filha Maria Thereza de Vargas, casada com o Comendador João Thomaz Moreira da Costa, que em 1861 exerceu o cargo de vereador na câmara municipal de Barra Mansa. Edificada no topo de uma pequena colina, a casa sede em estilo colonial permanece preservada, na cor rosa de suas paredes e no branco de seus portais. Os imponentes salões foram palcos de elegantes saraus, encontros sociais e políticos, batizados e casamentos. Importante produtora de café no passado, hoje a fazenda dedica-se a pecuária leiteira. A Ribeirão Claro é um das poucas propriedades rurais do século XIX que ainda permanece com descentes do fundador. 
Localiza-se no distrito de Amparo.

Nenhum comentário: