Fazenda São Roque - Vassouras RJ

A Fazenda São Roque foi fundada no início do século XIX pelo Tenente Antônio da Costa Franco, através da concessão de sua sesmaria, datada de 31 de outubro de 1803. A esta fazenda, o Tenente Antonio da Costa Franco deu o nome de São Roque, provavelmente em homenagem ao seu pai, Roque da Costa Franco. O local escolhido para a instalação da sede da propriedade foi uma várzea localizada às margens de um córrego que faz a sua barra a poucos metros do Rio Paraíba do Sul. Estrategicamente localizado, o Solar de São Roque foi construído numa elevação que domina toda a planície fronteira à fazenda, ocupada, na sua maioria, por um imenso terreiro de café sustentado por muros de arrimo em pedra seca. Em 1865, os trilhos da Estrada de Ferro D. Pedro II alcançaram as terras da Fazenda São Roque, passando a poucos metros do solar. No século XX, o café sede lugar ao gado e aos poucos os antigos cafezais vão sendo substituídos por pastos. É nesse período que ocorreu a maior parte das demolições das antigas dependências das fazendas cafeeiras do Vale do Paraíba, bem como mutilações e alterações na configuração original dos antigos Solares. Com São Roque não foi diferente, ruiu ou foi demolida grande parte do antigo complexo cafeeiro da fazenda. A casa de morada manteve sua aparência externa inalterada, porém, foi muito modificada internamente. Por pouco não foi totalmente destruída pela construção da BR 393, conhecida por Rodovia Lúcio Meira, importante via que liga a cidade do Rio de Janeiro ao Estado da Bahia. Para a construção da rodovia que passa a poucos metros da sede, foram retirados o antigo portão e a rua de palmeiras imperiais que conduziam até a casa. A propriedade que foi restaurada recentemente, não está aberta a visitação.

Nenhum comentário: