Igreja Matriz de Nossa Senhora do Bom Sucesso - Serranos MG

Antônio de Oliveira, filho do Capitão Domingos de Oliveira Gago, foi quem fez doações para a construção da Primeira Capela de Serranos. Era o ano de 1725. O modesto templo foi dedicado ao Menino Deus e a Nossa Senhora do Bom Sucesso. Pertencia eclesiasticamente à comarca de Guaratinguetá, sendo considerado território paulista. Ao bispado do Rio de Janeiro pediu Antônio de Oliveira licença para funcionamento da capela. O despacho determinava que o suplicante se entendesse com o vigário da Vara de Taubaté. A esse vigário foi, então, pedida licença para que Frei Francisco de Santa Rosa pudesse celebrar missa na dita capela, depois de benzê-la. Conforme termo existente no arquivo da paróquia, Frei Francisco de Santa Rosa benzeu a referida capela a 29 de Julho de 1725. O local era bastante povoado e assim foi construída uma nova capela. Em 27 de Setembro de 1750, por alvará régio esta nova capela foi contemplada como curada. Em 27 de Fevereiro de 1753, Dom Frei Manuel da Cruz concedia provisão para se construir nova capela de Nossa Senhora do Bom Sucesso, a terceira portanto. O arraial de Bom Sucesso dos Serranos foi elevado a freguesia a 3 de Abril de 1840. Na divisão administrativa de 1911, já figura com o nome de Serranos. Em 12 de Dezembro de 1953, foi criado o município, com elevação à categoria de cidade.

Nenhum comentário: