Lídice - Distrito de Rio Claro RJ

A localidade, hoje chamada de Lídice, era denominada no passado de Santo Antônio do Capivary, e suas terras pertenciam a cidade de São João Marcos. Capivary teve início em 1797, quando por ali se estabeleceu o sesmeiro Manoel Gonçalves Portugal. Várias fazendas foram edificadas nessas terras pela família Portugal, e dessas fazendas foram surgindo vários núcleos urbanos que deram origem ao povoado. A econômia da região girava em torno da produção de café e do movimento de tropas em direção ao porto de Angra dos Reis. Após a decadência da economia cafeeira, algumas localidades foram incorporadas ao Município de Rio Claro, e Capivary passa a se chamar Vila Parado, nome de um Rio local. Em 1944, a Vila Parado passa denominar-se Lídice, em homenagem a antiga Lídice na Tchecoslováquia, hoje República Tcheca, que durante a Segunda Guerra Mundial foi totalmente destruída e a grande maioria de seus habitantes assassinados pelos alemães, como vingança pela morte do comandante nazista Reinhard Heydrich. Os países aliados então decidiram homenagear as vítimas, dando o nome de Lídice a várias cidades e lugares pelo mundo. O Distrito de Lídice, possui dezenas de cachoeiras e corredeiras, compondo um belo cenário de paz e harmonia com a natureza, que também é composta por grande área de Mata Atlântica, muito propícia a caminhadas. Com uma população de aproximadamente 5 mil pessoas, Lídice hoje, tem uma economia baseada na pecuária de corte e leiteira. 

Estação Ferroviária , inaugurada em 1910.


Cachoeira de Santana

Um comentário:

Michel Schanuel Girardi disse...

Essa história de Lídice da República Tcheca é mt interessante, eu já tinha ouvido falar...

Essa cachoeira de Santana é muito bonita, me deu vontade de conhecer!

Um abraço