Fazenda Santa Cecília - Volta Redonda RJ

As terras que deram origem a várias fazendas no município, tiveram como primeiro proprietário o sesmeiro Mateus Pereira de Araújo e Oliveira, cujas terras de meia légua em quadra foram concedidas em 1784. Por venda passaram a outros proprietários, entre eles, José Gonçalves de Moraes, futuro Barão de Piraí. Por volta de 1834, foi doada por José Gonçalves de Moraes ao seu genro, Comendador Lucas Antônio Monteiro de Barros, casado com Cecília Gonçalves de Moraes, da família Breves, por parte de mãe. As terras da fazenda Santa Cecília foram desmembradas da grande fazenda Três Poços, e permaneceu com a família Monteiro de Barros por todo o período cafeeiro. A propriedade foi adquirida em 1932 por Nelson Marcondes Godoy, que fez em seguida uma significativa reforma na casa. Era ainda propriedade dele quando em suas terras, desapropriadas em 1941, foi construída a usina da CSN e a Vila Operária. A casa sede, hoje tombada pela Municipalidade, possui no seu entorno parte das tulhas, vestígios do antigo engenho de café, com altos muros de pedra, parte de um lavador de café e trechos com calçamento de pedra. As terras da fazenda ainda se distribuem pelos municípios de Pinheiral e Barra Mansa.

2 comentários:

Anônimo disse...

Moro em Volta Redonda e sou encantada pela história da fazenda Santa Cecília, acho o lugar maravilhoso, quando era pequena o entorno da casa sede costumava ficar aberto a passeios, mas a muitos anos esta fechado, uma pena.
Mas gostaria de saber mais ober o lugar.

david abbott disse...

Sou nascido e criado em Vr minha família veio para o na época da construção gosto muito da história de Vr queria conhecer a Fazenda Santa Cecília