Fazenda de Sant’Anna – Rio Claro RJ

Iniciais de “Joaquim Gonçalves de Souza Portugal”

A Fazenda de Sant’Anna, cuja construção se iniciou em 1821, e terminou em 1840, foi a residência de Joaquim Gonçalves de Souza Portugal. Após se casar, Joaquim deixou a fazenda de seu pai, e foi morar na Sant’Anna, ficando assim mais perto de seus cafezais. Rica propriedade no passado, a Sant’Anna contava com engenhos de café e de aguardente, moinho de fubá e de milho, tulhas, terreiros e senzalas. Poucos metros a frente da casa sede está o cemitério, onde há uma Capela construída de pedra e cal, é o jazigo da família, e no qual repousam os primeiros “Portugal”. O casarão é de aspecto comum da época colonial; e está dividido em 6 salas, 18 quartos, cozinha, copa, dispensa e demais serventias. Na ala direita da casa se encontra a Capela; em vasto salão decorado com simplicidade, ao fundo do qual por uma entrada em arco, se destaca o altar, onde se vê a imagem de Sant’Anna. Em visita a essa Capela, esteve na fazenda em 1876, o Bispo Diocesano D. Pedro Maria de Lacerda, que após pernoitar alguns dias, seguiu viagem para a Vila de N. S. da Piedade do Rio Claro.

“Mais um patrimônio em ruínas”

7 comentários:

off road bikers disse...

Pena que como muitas outras fazendas esta se encontra escorada e no meio do mato. Interessante a historia do cemiterio, passamos na frente e não paramos para ver de perto.

Hora de Preservar disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Histórias Antigas disse...

Tenho inúmeras fotos desta fazenda. Sou historiadora no município de Rio Claro/RJ. Abraços. Lisabete

Anônimo disse...

Sou da Familia Portugal e tenho várias fotos.

ELIAS disse...

TBM SOU DA FAMILIA PORTUGAL E GOSTARIA DE VER ESTAS FOTOS NAO TENHO NENHUMA ANTIGA

ELIAS PEREIRA disse...

SE POSSIVEL ME ENVIE VIA EMAIL EVANGELISTA-ELIAS@BOL.COM.BR ABRAÇOS ELIAS

ELIAS PEREIRA disse...

EMAIL COM LETRAS MINUSCULAS