Chácara do Visconde - Taubaté SP

Construída em taipa de pilão com painéis de pau-a-pique, entre 1860 e 1865, a propriedade pertenceu inicialmente a Francisco Alves Monteiro. Após sua morte, em 1874, a chácara ficou com o seu filho, José Francisco Monteiro, chefe político local e condecorado, em 1868, com o título de Visconde de Tremembé. O Visconde faleceu em 1911, e a chácara foi legada à Judite Lobato que, durante a infância e adolescência, a freqüentava juntamente com seus irmãos, Ester e José Bento Monteiro Lobato. A chácara, imortalizada por Monteiro Lobato em sua obra infantil, Sítio do Pica-Pau Amarelo, hoje é considerada patrimônio arquitetônico nacional, tombada pelo IPHAN e CONDEPHAAT. A chácara foi o cenário vivenciado pelo menino Monteiro Lobato, que já imaginava o futuro Sítio do Pica-Pau Amarelo e suas histórias que posteriormente quando adulto, possibilitou a criação dos famosos personagens Pedrinho, Emília, Narizinho, Vovó Benta e Tia Anastácia. Hoje, a chácara é formada pelo Museu Histórico e Pedagógico, com biblioteca e toda a literatura infantil de Monteiro Lobato, exposição iconográfica da vida e obras, salas de exposições de artistas plásticos populares e regionais, além da agradável área verde com mangueiras e jaqueiras centenárias, entre outras árvores. Os personagens de Monteiro Lobato animam crianças e adultos com suas representações teatrais.
End.: Av. Monteiro Lobato, s/n - Telefone: (12) 3625-5062
Horário: Terça a domingo das 9h às 17h

2 comentários:

Anônimo disse...

É de graça a entrada?

Anônimo disse...

Sim