Rio Preto - MG


A história de Rio Preto está ligada ao ciclo da mineração em Minas Gerais. Naquela época, final do século XVIII e início do século XIX, a localidade chamava-se Registro de Rio Preto. Em Rio Preto havia um dos caminhos por onde o ouro era escoado, e por conta disso foi criado um posto de fiscalização, e nesse posto havia os livros de registros. Os livros de passagem dos registros são documentos que possuem anotações diárias da movimentação pelos postos fiscais instalados nas principais entradas da capitania mineira. Estes livros conservam informações importantes no que tange ao transporte de cargas, seus donos, localização, origem, destino do passante e suas mercadorias, além dos valores de impostos incidentes sobre os produtos. São essas informações dos livros dos registros que possibilitam uma nova forma de traçar as fronteiras e mapas da capitania de Minas Gerais. Nas primeiras décadas do século XIX a cafeicultura ganhou projeção na localidade, colaborando para que o povoado fosse elevado à vila em 1844 e a cidade em 1871. O café também foi responsável pela chegada da estrada de ferro Central do Brasil em 1892. Com a decadência do café o crescimento econômico e urbano da região se estagnou. No início do século XX a pecuária começa a ganhar espaço, e essa prática ainda se destaca nos dias de hoje. O turismo é outro fator de grande importância para a cidade, já que o município conta com edificações de valor histórico e muitas belezas naturais.

Nenhum comentário: