Palácio Barão de Guapy - Barra Mansa RJ




Em 16 de fevereiro de 1833, se deu a posse da 1º Câmara Municipal, assim constituída; Presidente: Tenente Domiciano de Oliveira Arruda, Vereadores: José de Sousa Breves, Padre José Britualdo de Melo, José Bento Ferreira Leite Guimarães, Joaquim Gomes de Sousa, Manoel de Sousa Azevedo, e João Pereira da Cruz. Nesta época a Câmara ainda não possuía prédio próprio, funcionava em uma casa cedida pelo capitão João Pereira da Cruz. O imponente edifício da Câmara Municipal, de linguagem neoclássica, teve sua construção iniciada no ano de 1857, mas só ficaria pronto em 1861, tendo custado apenas 50 contos de réis. Após a inauguração do prédio, a Câmara teve como seu 1º Presidente, Joaquim José Ferraz de Oliveira, o Barão de Guapy, que presidiu a casa de 1861 a 1865. O terreno defronte ao prédio, no início da década de 1870, era apenas um brejo, trazendo assim um desconforto para população que sofria com o mal cheiro e os mosquitos. O então presidente da Câmara na época, Joaquim Leite Ribeiro de Almeida, convidou o botânico francês Auguste François Marie Glaziou, para fazer o projeto de um Parque. Após a conclusão do projeto em 1874, Glaziou deu início ao plantio do local com as várias mudas trazidas de outros países. No ano de 1914, quando Barra Mansa conheceu seu primeiro prefeito nomeado, o Engº João Luis Ferreira, a Câmara cedeu a parte térrea de seu prédio para que nele se instalasse também a Prefeitura, que ocupou o prédio por 70 anos. Tombado em 1979 pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural, o prédio da Câmara abriga atualmente a Biblioteca Municipal e o Museu da História de Barra Mansa.

Um comentário:

Chandra Santos disse...

Lindoooooooooo d+! Amo construções antigas!!!