Igreja de Nossa Senhora das Dores - Paraty RJ

A Igreja começou a ser construída em 1800, pelo Padre Antônio Xavier da Silva Braga, e até 1820 ainda não havia sido terminada. Paraty era o porto utilizado para escoar o café do Vale do Paraíba. Em 1870 foi terminada a Estrada de Ferro D. Pedro II, ligando o Vale do Paraíba direto ao Rio de Janeiro sem passar por Paraty. Com isso veio a decadência econômica da cidade, e a igreja ficou abandonada até 1901, quando a Irmandade de Nossa Senhora das Dores, composta somente por mulheres, a reformou. A irmandade cuidava da igreja e era a responsável pelas festas do Ciclo da Páscoa. É atualmente conhecida como “Capela das Dores” ou “Capelinha”. Projetada para ter duas torres, apenas uma foi concluída. Na parte de traz da igreja há um cemitério em estilo columbário (com tumbas embutidas). Observar nessa igreja os detalhes da sacadas internas em madeira rendilhada e o galo marcador da direção dos ventos na torre. Em 2009 a Igreja passou por ampla restauração, que contou com recuperação da cobertura, substituição das peças danificadas do piso, entre outras ações. Por sua importância histórica, a Igreja de Nossa Senhora das Dores foi tombada pelo IPHAN em 1962.

Nenhum comentário: