Fazenda Três Saltos - Pinheiral RJ

O padre Joaquim José Gonçalves de Moraes administrava sozinho as terras doadas por seu pai, quando em 1818 chamou seu irmão José Gonçalves de Moraes para ser sócio na fazenda. Os irmãos construiram a casa sede próxima às três quedas de um riacho que atravessa a fazenda. Em testamento datado de 1828, o padre Joaquim, lega sua parte na fazenda para o irmão, que, alguns anos mais tarde, passa a ser o único dono da propriedade. José Gonçalves de Moraes, agraciado em 1814 com o título de barão de Piraí, foi um dos maiores benfeitores da Freguesia de Santana de Piraí, além de ter se empenhado na emancipação da freguesia, organizava reuniões na Fazenda Três Saltos, onde arrecadava verbas para a construção da matriz de Santana de Piraí e dos prédios da Câmara, da Cadeia e do Júri. O barão veio a falecer em 11 de outubro de 1859, aos 83 anos, deixando uma grande fortuna que contava com dez fazendas, entre elas Fortaleza, Santa Rita do Bracuhy, Passa Três, Confiança, e Poço de Espuma; era ainda possuidor de dois vapores de nomes Pirahy e Cecília, certamente em homenagem a seus dois grandes amores, sua cidade e sua esposa. A Fazenda Três Saltos ficou para a viúva, que morreu em 16 de junho de 1866. Desde então a fazenda teve vários proprietários.

Nenhum comentário: