Fazenda Independência - Bananal SP

A sede da fazenda mantém as características originais da época imperial, com móveis e decoração autênticos, foi criada em 1822 e batizada em homenagem a nossa emancipação política. Os proprietários na época eram netos dos donos da Fazenda Três Barras, que hospedara d. Pedro a caminho de São Paulo para a Proclamação e, portanto, conheceram de antemão o fato histórico. Essa propriedade foi desmembrada da sesmaria do padre Antônio Cruz. Seus primeiros moradores foram Antônio de Oliveira Arruda e sua prima-irmã e esposa Sinhala Gomes Nogueira. Em 1844 o Comendador Manoel de Aguiar Vallin, comprou a propriedade e a incorporou juntamente com as Fazendas Bocaina e Cruz ao seu rico império com sede na Fazenda Resgate. A Fazenda foi doada como dote a sua filha Amélia de Almeida Vallin em 1867, que casou-se com Pedro Luís Pereira de Souza, que teve uma ampla carreira política, chegando a ser deputado provincial, deputado geral e ministro das Relações Exteriores. Foi nomeado Presidente da Província da Bahia em 1882, mas devido a um serviçal Ter adicionado vidro moído em sua comida, adoeceu seriamente. Foi então morar na Fazenda Três Barras, onde faleceu em 16 de julho de 1884. Após a morte do patriarca Aguiar Vallin em 1878, sua viúva D. Domiciana de Almeida Vallin, passou a administrar os negócios, igualmente administrando a Fazenda Independência após a morte do genro Conselheiro Pedro Luís. Em 1891 D. Domiciana vendeu todas as Fazendas ao empresário Domingos Moitinho, homem tão rico que chegou a cunhar moedas pessoais em vários metais, inclusive prata. As Fazendas Independência, Bocaina e Cruz ficaram com Álvaro Moitinho, um de seus filhos; enquanto que Resgate, Três Barras e a Estrada de Ferro ficaram com Fernando Moitinho, seu outro filho. Na 1º década de XX, Independência fora vendida novamente, e em 1927 fora cortada pela Rodovia Rio- São Paulo. O ex-presidente Washington Luís se hospedou nela. Pertenceu por 33 anos ao engenheiro Jorge de Melo Sabugosa. Foi vendida ao também engenheiro Sebastião Mota Neto, que a restaurou, e depois, ao banqueiro Aírton Tumolo, morto em 1996. A propriedade hoje pertence aos seus herdeiros, e nela foi criado o Hotel Fazenda Independência, para preservar o patrimônio e possibilitar a visita e permanência de turistas nessa localidade histórica.
Localização: Rodovia Álvaro Brasil Filho, 14km do centro Histórico.

3 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns pelo Blog, pois nossa região além de sua grande importância histórica, é uma das únicas onde ainda se pode respirar o ar puro das montanhas e saber o verdadeiro sentido da natureza! É só visitar Bananal e arredores para saber o que estou dizendo!

tulla-BM disse...

parabens a todos voces que cuidam desta maravilha de fazenda. e realmente um patrimonio historico,pois e um lugar mt lindo e INESQUECIVEL.quem ja teve a oportunidade de conhecer(como eu )concorda comigo.

renata disse...

fui criada nesta fazenda,quando ainda pertencia a jorge de melo sabugosa,todos os finais de semana ia para lamas quando seu jorge morreu naquele tragico acidente a fazenda foi pouco depois vendida,so estive la outra vez em 1997 quando estava começando a reforma mais ou menos isso,mas sinto muita saudades da minha infãncia que passei la,um dia aida retorno por la,a sem contar que ate hoje o julinho trabalha nela,ele e irmão da minha madrasta,nascido e criado nela.