Fazenda Crissiuma - Barra Mansa RJ

A bela sede da fazenda, construção em estilo clássico, foi erguida em 1872, segundo emblema em sua fachada. O nome Crissiuma vem de um tipo de mato rasteiro, espécie de bambu fino, que era muito comum nessa região. Os primórdios da fazenda se enraizam na primeira metade do século XIX, quando Manuel Gomes de Carvalho, português enpreendedor, requereu uma sesmaria no Amparo, Manuel que em 1867 foi agraciado pelo Imperador com o título de Barão do Amparo. Quem melhor nos descreve a Crissiuma daquela época, é Antônio de Oliveira Leal, autor do livro: Barra Mansa com amor e humor. "A Crissiuma fica na metade de um morro, cercada por outras três colinas e com uma grande vargem no centro. A vargem era circundada por um chalé à direita, pela fábrica de açúcar e pela tulha ao centro, e por uma casa muito comprida à esquerda, que era chamada de enfermaria. O centro era ocupado por enormes terreiros de café e tanques, onde o café era lavado e secado. Diversas linhas de bonde cruzavam os terreiros para transporte do ouro verde". A fazenda Crissiuma, que já foi uma das maiores e mais importantes fazendas desta região, hoje com seus gradis de ferro recuperados, se mantém imponente, um belo exemplo a inspirar o movimento pela restauração de nossas antigas fazendas.

Nenhum comentário: